MBA em Governança e Melhores Práticas da TI

MBA em Governança e Melhores Práticas da TI

PARA PROFISSIONAIS DE TI COM EXPERIÊNCIA

Capacita o profissional de tecnologia a ocupar uma posição executiva, dominando a gestão de processos e estratégias corporativas de TI. O aluno domina frameworks como COBIT, COSO, DevOps, metodologias ágeis, SCRUM, ISO 9001:2000, ITIL, PMBOK. Foi considerado o melhor MBA em TI do RJ e o MBA em TI com o corpo discente mais qualificado do Brasil, pela Revista Você S/A.

Disciplinas e Competências

  • Aplicar os processos de estratégia, desenho, transição, operação e melhoria contínua de serviços de TI.
  • Elaborar e controlar o orçamento da área de TI utilizando-se do gerenciamento financeiro de serviços.
  • Gerenciar o portfólio de serviços levando em conta o nível de recursos disponíveis na organização.
  • Utilizar o gerenciamento de demandas para entender os ciclos de atividades de negócio.
  • Gerenciar o catálogo de serviços de TI.
  • Elaborar acordos de nível de serviço.
  • Controlar o nível de serviço prestado pela TI e de fornecedores de serviço externos.
  • Controlar os processos de gerenciamento de capacidade, disponibilidade e continuidade de serviços de TI.
  • Gerir a segurança da informação em conformidade com os processos e controles sugeridos na biblioteca ITIL.
  • Aumentar a confiança nas operações de TI por meio da implantação de um processo coordenado de gerenciamento de mudanças e configurações.
  • Gerenciar ativos de serviço.
  • Gerenciar o conhecimento da práticas de gestão de TI.
  • Implantar o gerenciamento de eventos, incidentes, cumprimentos de requisição, de acesso e de problemas.
  • Aplicar o modelo de sete passos do processo de melhoria contínua.

  • Realizar o planejamento estratégico e diagnóstico de despesas (OPEX) e investimentos (CAPEX) de TI.
  • Elaborar um cronograma de atividades estratégicas de fornecimento (strategic sourcing).
  • Definir requerimentos internos.
  • Entender o mercado fornecedor.
  • Elaborar o modelo de custo total (TCO).
  • Desenvolver modelos de fornecimento.
  • Conduzir análises de fornecedores (RFI).
  • Conduzir processos de cotação (RFP-Q).
  • Conduzir processos de negociação.
  • Implantar acordos de fornecimento.

  • Utilizar Padrões de Projeto de Software (criação, estruturais e comportamentais).
  • Diferenciar o DevOps da abordagem tradicional.
  • Explicar a Infraestrutura como código.
  • Explicar cenários favoráveis e avaliar o uso de ferramentas de puppets.
  • Realizar integração contínua em conjunto com práticas de engenharia ágil.
  • Conduzir o controle de versões e estratégias de automatização para o projeto de software.
  • Implementar testes automatizados com o objetivo de diminuir o risco e aumentar a confiança.
  • Implementar o pipeline de entrega.
  • Explicar o DevOps além das ferramentas.
  • Utilizar sistemas avançados de monitoramento.
  • Conduzir a evolução arquitetural.

  • Aplicar princípios e mentalidade ágil no contexto do projeto, da equipe e da organização.
  • Fornecer resultados valiosos, produzindo incrementos de alto valor para revisão, cedo e frequentemente, com base nas prioridades das partes interessadas.
  • Desenvolver estratégias para envolver as partes interessadas atuais e futuras, criando um ambiente de confiança que alinhe necessidades e expectativas e equilibre solicitações com a compreensão de custo/esforço envolvidos.
  • Promover a participação e colaboração durante toda o ciclo de vida do projeto.
  • Dominar as ferramentas para uma tomada de decisão eficaz e informada.
  • Criar um ambiente de confiança, aprendizado, colaboração e resolução de conflitos que promova auto-organização da equipe
  • Melhorar os relacionamentos entre os membros da equipe e cultivar uma cultura de alto desempenho.
  • Produzir e manter um plano evolutivo, desde a iniciação até o fechamento, baseado em metas, valores, riscos, restrições, feedback dos stakeholders e revisão das conclusões.
  • Identificar continuamente problemas, impedimentos e riscos.
  • Priorizar e resolver problemas em tempo e de forma hábil.
  • Monitorar e comunicar o status da resolução de problemas.
  • Implementar processo melhorias para evitar problemas crônicos.
  • Melhorar continuamente a qualidade, eficácia e valor do produto, do processo e do time.
  • Descrever o Scrum como prática de gerenciamento ágil.
  • Utilizar ferramentas e técnicas do Scrum em ambientes diversificados.
  • Atuar de forma assertiva em cerimônias Scrum.
  • Aplicar conceitos Scrum como sprint e product backlog, dentre outros.

  • Avaliar criticamente o andamento de projetos que gerencia ou de que participa.
  • Realizar a iniciação, o planejamento, a execução, monitoramento, controle e encerramento da integração do projeto.
  • Desenvolver artefatos de gestão de projetos como o termo de abertura de projetos e o plano de gerenciamento de projetos.
  • Orientar e gerenciar o trabalho do projeto.
  • Aplicar ferramentas e técnicas para gerenciar o conhecimento do projeto.
  • Controlar mudanças de forma integrada.
  • Encerrar projetos ou fases.
  • Planejar, monitorar e controlar o escopo do projeto.
  • Utilizar ferramentas e técnicas para coletar os requisitos e definir o escopo.
  • Criar Estruturas Analíticas de Projetos (EAP).
    Planejar, executar, monitorar e controlar a qualidade do projeto.
  • Planejar, monitorar e controlar os custos do projeto.
  • Avaliar a viabilidade financeira de projetos e sua atratividade utlizando-se de técnicas como valor presente, valor futuro, break-even point, payback, valor presente líquido (VPL) e taxa Interna de retorno (TIR).
  • Construir estimativas dos custos utilizando diferentes ferramentas e técnicas.
  • Determinar o orçamento do projeto e controlar os custos.
  • Planejar, monitorar e controlar o cronograma do projeto.
  • Definir e sequenciar as atividades.
  • Desenvolver e controlar o cronograma do projeto utilizando ferramentas e técnicas variadas.
  • Planejar, gerenciar e controlar a qualidade de projetos.

  • Planejar, executar, monitorar e controlar os riscos do projeto.
  • Identificar riscos utilizando diferentes ferramentas e técnicas.
  • Realizar análises qualitativas e quantitativas dos riscos.
  • Selecionar estratégias de resposta aos riscos.
  • Planejar e implementar as respostas aos riscos.
  • Planejar, executar, monitorar e controlar as aquisições do projeto.
  • Explicar os tipos de contratos mais usuais em projetos.
  • Controlar as aquisições em projetos utilizando ferramentas e técnicas especializadas.
  • Planejar, executar, monitorar, controlar e encerrar os recursos do projeto.
  • Estimar os recursos das atividades e realizar análises de atribuição de tarefas em equipes de projetos.
  • Adquirir e controlar recursos.
  • Desenvolver e gerenciar a equipe do projeto.
  • Planejar, executar, monitorar, controlar e encerrar as comunicações do projeto.
  • Gerenciar e monitorar as comunicações do projeto.
  • Iniciar, planejar, executar, monitorar e controlar a comunicação com stakeholders.
  • Identificar as partes interessadas (stakeholders), incluindo seu grau de envolvimento e influência no ambiente do projeto.
  • Planejar, gerenciar e monitorar o engajamento dos stakeholders.

  • Explicar as principais correntes teóricas do estudo da estratégia corporativa.
  • Elaborar um plano estratégico de tecnologia da informação.
  • Criar um mapa estratégico de TI alinhado com o plano estratégico de TI da empresa, incluindo projetos e iniciativas que serão monitoradas.
  • Propor soluções de tecnologia da informação que aumentem as vantagens competitivas da empresa.
  • Explicar como funciona o planejamento estratégico com base em um modelo “Balanced Score Card”.
  • Estabelecer relações entre uso da tecnologia e obtenção de vantagem competitiva.

  • Diferenciar governança de TI da governança corporativa.
  • Explicar o funcionamento dos modelos de governança de TI.
  • Utilizar o framework COBIT, incluindo seus domínios e processos, COSO e VAL-IT.
  • Estabelecer relações entre objetivos de negócio e objetivos de TI.
  • Utilizar o COBIT como suporte para planejamento estratégico de TI.
  • Selecionar processos do COBIT para implementação baseado nos critérios de priorização sugeridos no framework.
  • Especificar indicadores de desempenho alinhados com o framework.
  • Realizar benchmarking organizacional.
  • Utilizar o benchmarking como ferramenta de comparação de desempenho de processos COBIT baseados no COBIT online.
  • Escolher quais associações e consultorias da indústria são vantajosas para associação ou contratação.
  • Calcular a maturidade de processos COBIT por meio do modelo sugerido pelo framework.

Perguntas frequentes

Você terá uma verdadeira experiência de sala de aula, participando por áudio e vídeo, tirando dúvidas com os professores e construindo seu networking.

São 64 aulas interativas ao vivo e sete dias por semana de aprendizado na comunidade online. Você tem o apoio de professores dedicados, que são experts no assunto, e aprende junto com uma turma de profissionais de todo o Brasil.

Gestores de TI, profissionais da área atuando em função de liderança e consultores de TI que pretendem desempenhar funções de liderança e gestão. O curso tem como pré-requisitos uma experiência profissional de cinco anos na área de Tecnologia da Informação e o desejo de crescer gerencialmente. 

Somente profissionais graduados podem estudar. É obrigatória experiência ou graduação na área de TI.

Para assistir às aulas, basta um celular com câmera e boa conexão internet wifi ou 4g. Melhor ainda se você usar um desktop ou notebook com câmera e um confortável fone de ouvidos, que é a configuração recomendada. 

Para fazer os trabalhos e enviar pelo Moodle, você deve usar um computador. Ao tornar-se aluno, você terá direito a uma conta no G Suite do Google, para desenvolver os trabalhos.

A pós cobre a maioria das competências exigidas para as certificações e orienta os alunos em relação aos estudos adicionais necessários. A preparação para qualquer certificação exige dedicação e estudo individual por parte do aluno, adicionalmente às aulas.

Coordenador

Paulo Tostes

Coordena a pós-graduação, que é ministrada por professores do quadro permanente do Instituto Infnet.

Prof. Tostes é coordenador da pós-graduação desde 2011. Possui diversas certificações na área de TI e gestão como a Project Management Professional (PMP), Agile Certified Practitioner (ACP) do PMI e Certified Business Process Professional da ABPMP, além de mestre em administração de empresas. Prof. Tostes possui experiência corporativa em grandes organizações como a Baker Hughes, Dataprev, UFRJ e IBGE, tendo exercido funções de liderança em várias delas.

Carreiras

Capacita o profissional na gestão de estratégias e processos de TI fundamentais para o funcionamento eficaz de uma organização, formando alunos para as oportunidades de mais alto nível do mercado. Alunos formados podem atuar em carreiras que vão de supervisores de TI a CIOs, passando pelos mais diversos cargos da área, como coordenadores, gerentes e diretores de TI e gerentes de serviços, projetos ou aquisições de TI.

PREMIADO

O curso foi escolhido pela Você S/A como o melhor MBA em TI do Rio de Janeiro, e o MBA em TI com alunos mais seniores em todo o Brasil. É o único MBA em TI que exige cinco anos de experiência profissional, voltado exclusivamente para a formação de gestores.

Temas abordados

única

CERTIFICAÇÕES

Abordas as certificações ITIL Foundation, PMI-ACP, PSM, Exin DevOps, CAPM/PMP e COBIT.

SIMULADOS

Inclui simulados preparatórios para o exame PMP® do Project Management Institute®.

ATUALIZADA

Cobre questões de alta demanda no mercado, como DevOps.

NETWORKING

Alunos com vivência profissional, capazes de contribuir com experiências que beneficiam o grupo e ajudam a construir um valioso networking.

FLEXÍVEL

Aulas gravadas para você assistir conforme sua disponibilidade.

MAIS PRÁTICO

Você demonstra as competências em projetos que entrega uma semana depois do término de cada disciplina, e não em provas.

Um time de professores experts

Leonardo Site
Leonardo Porto

25 anos como consultor da Price-Waterhouse e executivo de operações e tecnologia em empresas multinacionais como, Cigna, Souza-Cruz e Canada Life. Consultor de planejamento, estratégia, estrutura organizacional e processos em projetos para Globo, Vivo, Mongeral, Neoenergia e outras empresas. Projetos em organizações sociais como Cruz Vermelha, Craque do Amanhã, Bola pra Frente e Instituto da Criança. Graduado em TI pela PUC, em Pedagogia pela Unirio e em Administração pela UFRRJ, pós-graduado em Economia Empresarial, Marketing de Serviços, Organizações e Estratégia e Finanças Corporativas. Mestre em Sistemas de Gestão pela UFF.

Andre Site
Andre Luiz Mattos

Principal Engineer e Product Technologist da Dell, é certificado em soluções Microsoft, VMWare, ITIL e gestão de projetos com PMBOK. É VMUG Leader da VMWare e Microsoft Certified Trainer. Formou-se em administração de empresas e é pós-graduado em gestão de projetos.

Allan Bessa
Allan Bessa

Gestor de projetos de alta complexidade, tem experiência na utilização de métodos preditivos e ágeis. Além disso, possui as certificações CLF, CSM e KMP I. É professor e coordenador de graduações no Instituto Infnet, além de Mestre em Sistemas de Informação pela Federal do Estado do Rio (Unirio). Hoje, é gerente executivo de tecnologia na Dataprev.

Spiguel Site
Alexandre Spiguel

Mais de 30 anos de experiência na área de administração, com ênfase em gestão de projetos, gestão em saúde e avaliação de serviços. Atualmente é servidor da Agência Nacional de Saúde Suplementar, na especialidade de administração de empresas, estando atualmente como assessor de gestão e sustentabilidade. Mestre em Administração de Empresas pela PUC-Rio.

O time de professores, naturalmente, pode ser alterado ao longo do tempo.

Flexível

Você assiste às aulas, estuda e faz os trabalhos no horário que puder.
Assistir ao vivo é o ideal, mas é você quem decide. Faça seu horário!

Certificações

Oferece uma sólida base para o profissional fazer os exames das certificações ITIL Foundation, PMI-ACP, PSM, Exin DevOps, CAPM/PMP e COBIT.
Certificações são reconhecimentos válidos internacionalmente que aumentam a mobilidade profissional e valorizam significativamente o currículo.

*ou similares que venham a substituí-los. O custo dos exames não está incluído nas mensalidades e eles podem ser feitos em centros oficiais existentes em muitas cidades do Brasil.

Distanciamento Social

Impulsiona demanda

Uma intensa fase de transformação digital foi acentuada pelo distanciamento social, levando à digitalização de inúmeros processos corporativos.

Na pós-graduação, o aluno domina ferramentas que são essenciais para os departamentos de TI das organizações se adaptarem à nova realidade.

DEPOIMENTOS DE ALUNOS

Perguntas frequentes

O Infnet é a melhor faculdade de tecnologia do Rio de Janeiro. Foi fundado em 1994, para o ensino de excelência voltado às necessidades do mercado, e tornou-se referência nesse segmento. A proposta do Instituto é ensinar tecnologia aplicada ao contexto de negócios, isto é, como uma ferramenta para o desenvolvimento das organizações.

Nossa qualidade foi reconhecida pelo MEC, que conferiu conceito máximo (5) para a modalidade EAD da instituição e para todas as graduações reconhecidas.
Este nível de qualidade só é possível pela metodologia que combina aulas ao vivo diárias e o aprendizado através do desenvolvimento de projetos com desafios reais da profissão. Além disso, a metodologia de avaliação por competências aproxima os alunos do mercado de trabalho.

Sim, com aprofundamento em cada disciplina, como se espera de um curso de especialização. Para nós, pós-graduação não pode ser videoaula gravada para autoestudo. 

É uma pós-graduação de verdade, com aulas de verdade.

Você precisará assistir a todas as aulas, ao vivo ou gravadas, como for melhor para você. Também precisará fazer os projetos e estudar os conteúdos indicados. É esperada uma dedicação média de cerca de oito horas por semana ao longo dos onze meses de aulas.

São profissionais que trabalham na área em que lecionam, recrutados dentre os melhores profissionais em empresas como Petrobras, White Martins, Stone, Globo, Dataprev, Eletrobras Furnas, Ágora, BNDES, Amil e Accenture. O Instituto Infnet acredita que só quem trabalha no setor é capaz de ministrar aulas conectadas com o mercado. Além disso, em sua maioria, possuem mestrado ou doutorado e as certificações cobertas no programa.

Sim, precisa – ao vivo ou gravadas. O ideal é conseguir assistir ao vivo para aproveitar ao máximo, mas não é obrigatório.  Para ser aprovado em uma disciplina, é necessário ter assistido todas as oito aulas até o dia da entrega do projeto, que acontece uma semana depois da última aula ao vivo.

Porque é uma pós-graduação para o aluno aprender de verdade, e não uma sequência de palestras.

Cada disciplina tem 45 horas de aulas, estudos e desenvolvimento de projeto, permitindo que o aluno aprofunde-se no assunto, em nível profissional.

Ter dezenas de disciplinas curtas e professores variados pode parecer bom à primeira vista, mas é a fórmula para um curso sem profundidade.

Você terá que fazê-la novamente (a mesma ou uma disciplina similar, indicada pela instituição).

O aluno aprende muito mais fazendo projetos ao longo de todo o curso do que em um TCC no final. Além disso, é muito comum no Brasil o aluno deixar de entregar seu TCC e perder o certificado.

Projetos espalhados durante a pós-graduação ajudam o aluno a manter o ritmo e oferecem oportunidades de avaliação mais aprofundadas e justas que provas online.

Você terá as mesmas oportunidades de aprendizado, com aulas ao vivo, colegas de classe, trabalhos e indicação de conteúdos adicionais para estudar.

Só existe uma forma transparente e objetiva de indicar o que o aluno domina ao final de um curso: uma lista de competências.

“Competência” é algo que você sabe realizar ou resolver. Ao final da pós-graduação, você terá um conjunto de novas competências para aplicar em seu trabalho.
Sim, o certificado da pós-graduação na modalidade Live é o mesmo de uma pós-graduação presencial.

Para assistir às aulas, basta um celular com câmera e boa conexão internet wifi ou 4g. Melhor ainda se você usar um desktop ou notebook com câmera e um confortável fone de ouvidos, que é a configuração recomendada.

A pós-graduação utiliza uma solução integrada de Moodle, Zoom, Workplace, biblioteca Safari e G Suite. Apesar de todos eles terem versões para mobile, em vários momentos será bem mais confortável usar um computador.

Alguns títulos de pós têm exigências específicas de hardware para a utilização de máquinas virtuais e labs remotos.

Para fazer sua matrícula, converse conosco abaixo: